sábado, 7 de março de 2015

Mulheres traídas – A dor e a viagem para dentro de si

Embora exista um traço marcante nas mulheres traídas – o de continuar a relação – o que fica é o medo de passar por isso novamente.

Veja também: 10 traços que mulheres traídas têm em comum


Lendo vários depoimentos de mulheres traídas, selecionei 10 que creio serem os sentimentos mais comuns a elas.

1. Sofrimento
A traição dói.  É um duro golpe no casamento que pode destruí-lo e a todos os sonhos que ele abriga. A decepção, a raiva, a comparação com a “outra” e o sentimento de menos valia se apossam da alma feminina traída. A mulher perde a esperança de ser feliz e a fé nos relacionamentos. A dor faz parte do processo de “luto” pela relação, mas deve trazer consigo a esperança de superação.
2. Abalo na autoestima
É difícil permanecer com a autoestima lá em cima, quando se é vítima de traição. A mulher se sente rejeitada, diminuída, feia, sem amor e com pena de si mesma. Nesse momento o “por quê?” se torna o seu companheiro íntimo. Ela quer entender, ela quer saber, quer os pormenores sórdidos para tentar compreender o que levou o marido a preferir outra, a eleger outra como amante. Essa é uma armadilha que poderá ferir ainda mais.
3. Falta de perspectiva
E agora? A mulher se pergunta quando seu mundo parece que desabou em seu redor. A vida sem o amado começa a passar diante dos seus olhos. Perguntas inundam a mente: “O que vai ser da minha vida agora?”. “Meus filhos crescerão sem pai?” Quando o homem é o único provedor da família a situação fica ainda pior na visão feminina.  Esse é um dos motivos que as mulheres costumam tentar manter o casamento. Se não for o seu caso, procure ter mais autonomia psíquica e busque ajuda de pessoas amigas e familiares que estejam dispostos a apoiá-la.
4. Culpa
Onde foi que eu errei?  Embora exista uma parcela de culpa em cada um no relacionamento que se deteriora, a mulher por vezes tenta buscar onde errou e no desespero de manter o marido faz promessas de mudar, de mostrar mais amor. Embora seja saudável nesse processo buscar ver onde cada um errou, lembrar que o culpado da traição é quem traiu, pode ser de grande ajuda nesse momento de sofrimento.
5. Busca de “razões”
Eu não me cuido, estou gorda, falhei com ele, etc. A busca de razões é quase automática, porém inútil. Não existem razões suficientes para fazer alguém trair se a pessoa não estiver disposta a fazê-lo. É uma decisão pessoal.
6. Raiva
Num segundo momento, a situação de surpresa, dor profunda e mágoa pode se transformar em raiva. A mulher traída pode ter um acesso de fúria, como a americana que destruiu um carro de quase um milhão de reais. Embora muitas vezes justificada, a raiva é prejudicial e não deve ser alimentada. Tentar destruir o parceiro ou sua amante pode ter consequências graves.
7. Perda da confiança
Ninguém presta, todo homem trai, nunca vou amar de novo. O tempo passa, esses sentimentos tendem a ir junto com ele.
8. Desejo de vingança
Como na canção “Atrás da porta” – A mulher pode começar um comportamento do tipo:
Dei prá maldizer o nosso lar
Pra sujar teu nome, te humilhar
E me vingar a qualquer preço
Muitas vezes surge até mesmo um desejo de “pagar na mesma moeda”.  Ao invés de alimentar tais sentimentos, o melhor é cuidar de si mesma, resgatar a autoestima, o respeito próprio e seguir adiante com dignidade. Tentar encher o coração e a mente de pensamentos construtivos e objetivos de louváveis.
9. Apego a um poder superior
A maioria das mulheres que relatam a traição, dizem ter encontrado forças em Deus para superar a dor, perdoar e seguir em frente. Vale a pena tentar esse caminho.
10. Desejo de continuar a relação

Outro traço comum à maioria das mulheres traídas é o desejo de que o marido volte ao relacionamento, que mude suas atitudes e seja o homem que ela idealizou. Se a mulher sente que foi um deslize dele, que ele a ama e deseja permanecer no casamento e – principalmente - que ela pode perdoar, vale a pena tentar novamente, dar uma nova chance à relação. Se necessário, buscar uma terapia de casais. 

3 comentários :

  1. Muito bom este artigo. Parabéns Stael!

    ResponderExcluir
  2. Meu nome é marcos sou casado há 24 anos amo minha esposa e sei tb que ela min ama,so quê min deparei com uma situação diferente.ela entrou em uma brincadeira na internet com uma amiga se passando por uma pessoa que não é ela se jogando pra cima de um cara pra vê a intenção dele aí foram se passando 2 meses e ela foi gostando das conversas dele é ele gostado dela mais ele não sabe que é ela loira e um pouco fora do peso.ela se apresenta como uma morena magra.quando descobri minha esposa tá apaixonada por esse cara mao dorme direito só conversando com esse cara não sai do zap dizendo que ele levantou a alto estima dela e ela min disse que min ama que eu sou a vida dela diz que min ama que não vai min largar que isso que está acontecendo é uma fantasia e que ela não consegue largar dele que tá apaixonada e o cara mora em são Paulo e agente mora aqui na Bahia.o que devo fazer .

    ResponderExcluir
  3. muito bom o texto, me identifiquei em vários pontos.

    ResponderExcluir